Após fugir da Fundação Casa, adolescente condenado por agredir, queimar e matar homem é recapturado, em Adamantina

apos-fugir-da-fundacao-casa,-adolescente-condenado-por-agredir,-queimar-e-matar-homem-e-recapturado,-em-adamantina



Polícia Civil localizou o jovem escondido em sua própria residência e a apreensão foi realizada na manhã desta quarta-feira (25). Irapuru (SP) conta com duas unidades da Fundação Casa
Reprodução/TV Fronteira
Um adolescente, de 15 anos, foi recapturado, na manhã desta quarta-feira (25), após fugir de uma unidade da Fundação Casa, em Irapuru (SP). Ele foi condenado ao cumprimento de medida socioeducativa de três anos de internação por agredir, queimar e matar um homem, de 48 anos, em Adamantina (SP), no dia 5 de setembro de 2022.
Conforme informações da Polícia Civil, o jovem fugiu da Fundação Casa no último dia 12 e os agentes começaram a receber várias denúncias com prováveis locais onde o envolvido poderia estar escondido.
Após as investigações, os policiais concluíram que o adolescente estaria escondido em sua própria casa. Já na manhã desta quarta-feira (25), a Polícia Civil recapturou o jovem, em Adamantina.
VEJA TAMBÉM:
Adolescente de 14 anos é apreendido suspeito de agredir, queimar e matar homem em Adamantina
Segundo as informações repassadas ao g1 pelo delegado Rodrigo Pigozzi, da Polícia Civil, o jovem estava no lado externo da unidade de ressocialização, em Irapuru, quando fugiu do local.
“Ele estava praticando algum tipo de esporte na área externa da instituição e aproveitou um descuido e acabou fugindo”, relatou Pigozzi.
Após ser recapturado, o adolescente retornou à Fundação Casa, em Irapuru, para dar continuidade ao cumprimento da medida socioeducativa de três anos de internação.
Relembre o caso
Em setembro do ano passado, o adolescente foi apreendido suspeito de assassinar um homem, em Adamantina. Na ocasião, a vítima, de 48 anos, foi agredida e queimada, segundo informações da Polícia Militar.
A Polícia Militar foi acionada e informada de que um homem teria atentado contra a própria vida, no Jardim Brasil. Quando a equipe chegou ao local, encontrou a vítima caída no quintal, entre duas casas, com queimaduras por quase todo corpo e lesões no rosto. A situação levantou suspeitas sobre a natureza dos ferimentos.
A Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros conduziu a vítima para o Pronto-socorro local, onde foram constatados o óbito e que lesões no rosto e na nuca eram provenientes de agressões, conforme a suspeita policial.
Sendo assim, a equipe da Polícia Militar procurou contato com moradores próximos de onde a vítima foi encontrada. As testemunhas informaram ter visto um adolescente no quintal e indicaram onde ele residia.
Os policiais seguiram até a residência do suspeito, que na presença da mãe confessou a autoria do assassinato.
O adolescente contou aos militares que, ao deparar-se com a vítima no quintal, ficou com receio de ser agredido e desferiu um soco no rosto do homem, que caiu no chão. Em seguida o menor pisou algumas vezes na cabeça dele e, com fósforos, ateou fogo nas roupas a vítima. Na sequência, o infrator deixou o local.
Diante dos fatos, o adolescente recebeu voz de apreensão e permaneceu detido.
Conforme explicou a Polícia Militar, no quintal há duas casas, uma na frente e uma aos fundos, esta segunda era onde residia a vítima.
No imóvel da frente, reside uma mulher de 32 anos com seu filho de 13 anos. O infrator teria ido ao local para falar com o outro adolescente, quando se deparou com a vítima.
A Polícia Militar salientou que o intervalo entre o acionamento por telefone e a apreensão do suspeito levou menos de uma hora.
VÍDEOS: Tudo sobre a região de Presidente Prudente
Veja mais notícias em g1 Presidente Prudente e Região.

pappa2200

0 comments on “Após fugir da Fundação Casa, adolescente condenado por agredir, queimar e matar homem é recapturado, em Adamantina

Leave a Reply

%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: