‘Estou destruído’, diz turista que perdeu filha e esposa em tragédia no Litoral Norte de SP

    0
    1
    ‘estou-destruido’,-diz-turista-que-perdeu-filha-e-esposa-em-tragedia-no-litoral-norte-de-sp


    Casa em que Izaquiel da Silva estava, em São Sebastião, desabou com os deslizamentos de terra. Ele conseguiu se salvar, mas perdeu a esposa e a filha na tragédia. Vila Sahy foi atingida por tempestade no último fim de semana
    Fábio Tito/g1
    Sobrevivente da tragédia que devastou o Litoral Norte de São Paulo, o turista Izaquiel da Silva Procópio dos Santos, de 42 anos, deixou o hospital nesta quinta-feira (23) após receber alta médica. Além das marcas dos ferimentos, ele carrega a dor de perder a filha e a esposa no temporal.
    “Estou todo destruído por dentro. Não consigo acreditar no que aconteceu ainda. Não tem explicação”, lamenta Izaquiel.
    A esposa de Izaquiel, Josefailma Ribeiro Santos, de 42 anos, e a filha, Sofia Ribeiro dos Santos, de apenas sete meses, estão entre as 49 pessoas mortas – 48 em São Sebastião e uma em Ubatuba, segundo a Defesa Civil.
    Sobrevivente de tragédia no litoral norte de SP lamenta perda da filha e da esposa
    Reprodução/TV Vanguarda
    VEJA TAMBÉM:
    Sobe para 49 o número de mortos no temporal no Litoral Norte
    Saiba quem são as vítimas da chuva devastadora
    Chuva que caiu em 24 horas foi o maior registro da história do país
    A família vivia em São Paulo e passava o período de carnaval em uma casa alugada na Vila Sahy, onde o estrago foi ainda maior. Durante um deslizamento de terra, a residência desabou sobre eles.
    “A gente veio para passar o final de semana em oito pessoas. Alugamos uma casa. Quando foi sábado para domingo aconteceu essa tragédia. Eram quase três horas da manhã quando tudo ocorreu.”
    Sobrevivente de tragédia no litoral norte de SP lamenta perda da filha e da esposa
    Reprodução/TV Vanguarda
    O paulistano conta que lembra apenas de ter escutado um grande barulho e, logo em seguida, a casa desmoronou.
    “Eu só escutei um estralo, como se fosse um trovão, e ficou todo mundo misturado nos escombros. Fiquei preso, um rapaz conseguiu me tirar, mas já não dava para enxergar nada. Estava muito escuro e com muita chuva. Não dava mais para enxergar quem estava e quem não estava. Aí tivemos que sair porque estava desbarrancando mais terra ainda.”
    Equipes de resgate ainda procuram sobreviventes na área devastada pelo temporal no litoral norte de SP
    Quinta dia de resgate
    Equipes de resgate prosseguem nesta quinta-feira (23) a busca por vítimas do temporal. Bombeiros, agentes da Defesa Civil e voluntários seguem com as buscas de forma ininterrupta, ao longo da madrugada. A ação é reduzida ao longo da noite e pela manhã, a equipe é reforçada.
    Cinco dias após a tragédia, há ainda dezenas de desaparecidos. Na última divulgação do governo estadual, 38 pessoas estavam desaparecidas.
    Os trabalhos de buscas acontecem especialmente em bairros da costa sul da cidade de São Sebastião, como a Vila Sahy, área que concentra a maioria das vítimas da tragédia, e Juquehy.
    As buscas são feitas por bombeiros, agentes da Defesa Civil e os próprios moradores. A operação envolve mais de 600 pessoas.
    Veja onde ficam as cidades do Litoral Norte mais afetadas pela chuva
    Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região

    pappa2200

    Leave a Reply