Familiar de vítimas de chacina em SC lamenta assassinato de pais e irmã: ‘Difícil de aceitar’

familiar-de-vitimas-de-chacina-em-sc-lamenta-assassinato-de-pais-e-irma:-‘dificil-de-aceitar’



Mãe, pai e filha estão entre as vítimas. Dois irmãos foram presos suspeitos do crime, que ocorreu em Campo Erê. Marinalva e Emidia estão entre as vítimas em Chacina de Campo Erê
Redes sociais/ Reprodução
A jovem que perdeu mãe, pai e irmã na chacina em Campo Erê, no Oeste catarinense, lamentou a morte dos familiares nas redes sociais.
Emidia dos Santos, 53 anos, Carlos Delfino, 63 anos, e Marinalva dos Santos, 18 anos, que são mãe, pai e filha, morreram após serem baleados na noite de sábado (21). Além dos familiares, Ana Claudia Schultz, 35 anos, também foi assassinda.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Julia dos Santos, familiar de três das quatro pessoas mortas, publicou fotos de luto pelos pais e desabafou sobre a perda da irmã:
“É tão difícil de compreender que nosso senhor te levou, é tão difícil de aceitar, dói tanto lembrar as últimas conversas, o último áudio, o último abraço, dói tanto isso. Enfim, estou arrasada”.
Ao g1 SC, Julia dos Santos disse que os pais Emidia e Carlos eram separados, mas que tiveram quatro filhos juntos. “A minha mãe e minha irmã trabalhavam em um bar no momento que foram mortas”, relatou. O pai estava nas proximidades e foi atingido em seguida, segundo ela.
Ana Claudia também foi morta durante crime
Redes sociais/ Reprodução
Prisões
Dois irmãos, de 38 e 32 anos, são suspeitos de comandarem a chacina. Segundo a Polícia Civil, além das quatro mortes, pelo menos cinco pessoas sofreram tentativa de homicídio, sendo duas mulheres, de 20 e 55 anos, e três homens, de 26, 41 e 51 anos.
“Algumas delas foram feridas. Elas foram atingidas em regiões de pernas e braços, embora estejam fora de perigo”, informou o delegado José Denezi Neto, que é responsável pelo inquérito policial.
Irmãos são suspeitos de matar quatro pessoas em chacina
Jovens achadas mortas em rio foram assassinadas por ex-namorado de uma delas
Quem era o homem que morreu ao cair de costão de 15 metros em Florianópolis
Investigado por envolvimento no crime, o homem de 38 anos foi preso logo após as mortes. O mais novo, suspeito de ter dado os tiros, foi detido nesta segunda-feira (23) em Saltinho, na mesma região. Ele havia fugido após o crime.
A Polícia Civil disse que a motivação pode ter relação com o terceiro irmão dos suspeitos. Não foram divulgados mais detalhes para não atrapalhar as investigações, informou a polícia.
VÍDEOS: mais assistidos do g1 SC nos últimos 7 dias
Veja mais notícias do estado no g1 SC

valipomponi

0 comments on “Familiar de vítimas de chacina em SC lamenta assassinato de pais e irmã: ‘Difícil de aceitar’

Leave a Reply

%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: