Prefeitura de Porto Alegre declara situação de emergência pela estiagem em áreas de produção primária

prefeitura-de-porto-alegre-declara-situacao-de-emergencia-pela-estiagem-em-areas-de-producao-primaria



Decreto permite implementação de medidas de forma rápida para auxiliar os atingidos pela escassez de água. Prejuízos nas culturas já somam R$ 4,1 milhões. Estiagem: Porto Alegre decreta situação de emergência nas regiões de produção primária
A Prefeitura de Porto Alegre decretou situação de emergência nas áreas com produção primária afetadas pela falta de chuvas. O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial na terça-feira (24).
De acordo com o prefeito em exercício Ricardo Gomes, o documento permite ao governo implementar medidas de forma rápida para auxiliar os atingidos pela escassez de água. Com o decreto, ficam dispensados de licitação os contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação dos cenários dos desastres, desde que possam ser concluídas no prazo máximo de 180 dias.
“É importante que possamos unir esforços para minimizar os impactos da crise hídrica na Zona Rural da cidade, além de habilitarmos Porto Alegre para receber recursos que o Estado e a União possam encaminhar para aplicar nas áreas atingidas”, explica.
As perdas mais significativas ocorrem nos cultivos de hortaliças, flores, frutas e grãos. A pecuária também é afetada pela diminuição da qualidade das pastagens, enquanto a redução do nível de açudes prejudica a piscicultura. Os prejuízos somam R$ 4,1 milhões.
A estimativa é de que 120 famílias estejam entre as mais prejudicadas.
Veja principais culturas afetadas
Milho: 80%
Olerícolas (abóboras, morangas, pepino, tomate, berinjela, couve, brócolis, alface e rúcula): 50%
Soja: 31,4%
Fruticultura: 30% nas safras de melão, melancia e figo
Estiagem em Porto Alegre
Vinny Vanoni/PMPA
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Vito Califano

0 comments on “Prefeitura de Porto Alegre declara situação de emergência pela estiagem em áreas de produção primária

Leave a Reply

%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: