Temporal alaga residências e escola municipal na Vila Alegrete, em Martinópolis

    0
    14
    temporal-alaga-residencias-e-escola-municipal-na-vila-alegrete,-em-martinopolis


    De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Danilo Aparecido de Souza, o volume de chuva que atingiu a cidade na manhã desta quinta-feira (23) chegou a 62,5 milímetros. Refeitório da Escola Municipal Dr. Francisco Marques Bonilha foi atingido em Martinópolis (SP)
    Cedida
    A chuva forte que atingiu Martinópolis (SP) na manhã desta quinta-feira (23) provocou estragos e prejuízos à famílias e estudantes da cidade.
    Conforme a Defesa Civil, o bairro mais prejudicado foi a Vila Alegrete, onde o temporal causou pontos de alagamentos na via pública e em uma escola municipal.
    Rua atingida pelo temporal, na Vila Alegrete, em Martinópolis (SP)
    Róbson Moreira/TV Fronteira
    O coordenador da Defesa Civil, Danilo Aparecido de Souza, informou ao g1 sobre a proporção da chuva que chegou ao município.
    “Na parte da manhã de hoje foram 62,5 milímetros. O bairro Vila Alegrete foi o mais prejudicado, teve bastante estrago na malha asfáltica do local e também houve alagamentos em mais de cinco casas até o momento. Não teve nenhuma família desabrigada no momento, graças a Deus não houve feridos, foram danos materiais”, explicou.
    Casa atingida pelo temporal, na Vila Alegrete, em Martinópolis
    Róbson Moreira/TV Fronteira
    Souza também pontuou sobre as ações preventivas que estão sendo feitas para recuperar os estragos.
    “De imediato, a Defesa Civil começou a fazer as interdições dos locais que oferecem risco, a limpeza dessas malhas asfálticas que acabaram se amontoando em calçadas, próximo às galerias de fluidez da água, e também estamos fazendo o levantamento das famílias atingidas, para que possamos enviar o suporte necessário”, completou ao g1.
    Chuva causa alagamento e prejudica moradores na Vila Alegrete, em Martinópolis
    A Escola Municipal Dr. Francisco Marques Bonilha, que fica na Vila Alegrete, precisou cancelar as aulas no período da tarde desta quinta-feira devido ao alagamento que atingiu o espaço.
    Corredor da Escola Municipal Dr. Francisco Marques Bonilha foi atingido em Martinópolis (SP)
    Eduarda Nascimento
    Os alunos que estavam estudando de manhã, em um espaço onde um formou-se um ponto de alagamento, precisaram interromper os estudos pois a água adentrou nas salas de aula e no refeitório.
    A Prefeitura de Martinópolis informou que ainda não se sabe exatamente o que foi danificado, mas disse que o que motivou a inviabilização da permanência em locais onde não havia condições de aula foi o alagamento.
    A Defesa Civil ainda não fez uma vistoria técnica na escola, e informou que já existem agentes no local a fim de levantar os estragos e “possíveis interdições que sejam necessárias”.
    Corredor da Escola Municipal Dr. Francisco Marques Bonilha foi atingido em Martinópolis (SP)
    Cedida
    Serviço
    O contato da Defesa Civil em Martinópolis é o (18) 3275-1605 ou 199.
    De acordo com a situação de urgência ou emergência, a orientação é ligar para o Corpo de Bombeiros, pelo 193.
    Ponto de alagamento em via pública na manhã desta quinta-feira (23), em Martinópolis (SP)
    Laine Porto
    Ponto de alagamento em via pública na manhã desta quinta-feira (23), em Martinópolis (SP)
    Eduarda Nascimento
    Ponto de alagamento em via pública na manhã desta quinta-feira (23), em Martinópolis (SP)
    Eduarda Nascimento
    Alagamento na Escola Municipal Dr. Francisco Marques Bonilha, em Martinópolis (SP)
    Eduardo Nascimento
    VÍDEOS: Tudo sobre a região de Presidente Prudente
    Veja mais notícias em g1 Presidente Prudente e Região.

    Ufficio Stampa

    Leave a Reply